Filosofia do Yoga

Yoga significa união da consciência individual
com a consciência cósmica.

O objetivo do Yoga é a autorrealização
ou o "perceber" a verdadeira natureza.

O Yoga é um estado de consciência tranquila com o nosso verdadeiro eu. Paz, amor, sabedoria e felicidade podem ser encontrados com o Yoga. É na quietude do eu interior que experimentamos nossa conexão com o universo e com Deus. Esta sensação está escondida dentro de cada ser humano.

No entanto, a tarefa não é fácil. A maioria das pessoas sentem dificuldade e continuam preocupadas com os objetos e os problemas da vida cotidiana. Se quisermos descobrir a verdadeira autorrealização, devemos aprender aos poucos e persistir para tranquilizar, controlar e, finalmente, superar as preocupações mundanas.

História do Yoga

O Tantra Yoga foi difundido por Shiva, mestre espiritual que viveu há 7.000 anos, na região entre as montanhas do Himalaia e Norte da Índia.

Naquela época, o Tantra já era uma ciência completa da vida, cobrindo vários aspectos do desenvolvimento pessoal e social. A filosofia, além da prática de ásanas e meditação, se estendeu a ensinar ramos da literatura, arte, dança e medicina, constituindo uma abordagem holística da vida.

Ao longo dos anos, surgiram ramificações e adaptações do Tantra, que gradualmente formaram disciplinas mais especializadas, conhecidas como diferentes ramos de Yoga.

As formas mais conhecidas de Yoga são:

Jinana Yoga

Yoga do "Conhecimento". Enfatiza o estudo e abordagem filosófica para o despertar intelectual, que conduz à realização do absoluto.

Karma Yoga

Yoga da "Ação". Consiste em realizar ações voltadas para o serviço ao próximo, fazendo com que a mente desapegue do ego e se entregue à Consciência Cósmica, que habita em todas as coisas e seres.

Raja Yoga ou Astaunga Yoga

Yoga dos "Oito Passos". Sistema de Yoga que tem como propósito o equilíbrio do corpo e da mente.

Bhakti Yoga

Yoga da "Devoção". Cultiva a força atrativa de um amor genuíno pela Consciência Cósmica. Conduz o aspirante ao contato profundo com o ser divino.

Hatha Yoga

É uma abordagem com várias prescrições para o corpo, incluindo posturas de Yoga, exercícios de respiração e técnicas purificadoras. 

Raja Yoga ou Astaunga Yoga

O Raja Yoga é uma ciência para a saúde integral.

Sua abordagem abrange os níveis físico, psíquico e espiritual.

  • 1. Yama - Ética yogue com o mundo exterior
  • 2. Niyama - Ética yogue na relação interior
  • 3. Ásanas - Posturas de Yoga
  • 4. Pranayama - Controle da energia vital através da respiração
  • 5. Pratyahara - Abstração das vibrações dos sentidos do mundo físico
  • 6. Dharana - Concentração
  • 7. Dhyana - Meditação
  • 8. Samadhi - Realização espiritual

Embora os passos do Raja ou Astaunga Yoga tenham sido praticados por iogues desde a época de Shiva, eles só foram sistematizados por Patanjali, cerca de 2.200 anos.

As práticas físicas, chamadas de ásanas (posturas confortáveis do yoga), atuam na dimensão física, energética e emocional, trazendo mais harmonia para o corpo.

Yama e Nyama

Princípios éticos e universais do Yoga

Yama

Princípios de harmonia com os outros

Ahimsa
Não ferir ou magoar outro ser  com pensamento, palavra e ação.
Satya
Usar mente e palavra para propósitos benevolentes.
Asteya
Abster-se de tomar, física ou mentalmente, o que pertence a outras pessoas e também evitar a privação dos outros aos que lhes é direito. Não roubar.
Brahmacarya
Sentir o valor e a bondade inatos em cada pessoa: ver a divindade dentro de cada pessoa e coisa
Aparigraha
Não acumular coisas supérfluas na vida.

Nyama

Princípios de harmonia consigo mesmo

Shaoca
Manter a limpeza e a pureza da mente, do corpo e do ambiente.
Santosa
Manter-se em estado mental de equilibrio e de contentamento permanente, buscando alegria constante, mesmo com o que não for desejado. 
Tapah
Realizar serviço sem interesse próprio.
Svadhyaya
Ler e interpretar temas espirituais.
Iishvara Pranidhana
Procurar estabelecer a mente no ideal espiritual. Meditar. Ter firme ideação no controlador cósmico, e se ver como um instrumento e não contralador.

O que é Tantra?

(Tan) é a expansão (tra) é liberação.

Tantra significa “aquilo que dá o controle dos instintos ou da mente” ou “a prática que nos libera da obscuridade”. As práticas espirituais do Tantra tem a meditação como ponto básico e consistem no esforço para remoção do ego, que inibe a expressão do potencial ilimitado da mente humana. 

As características mais significativas do Tantra são: visão extremamente positiva do universo e a sua explicação abrangente sobre a vida, com a visão de que toda existência surge da mesma Consciência Infinita.

O homem, através do Tantra, controla sua própria atividade e não é por ela controlado. Assim, ele pode usar ao máximo sua força mental para melhorar a vida externa e, consequentemente, a vida interna.

No ocidente, o termo Tantra Yoga acabou sendo usado de forma errada, referindo-se somente a sexualidade. Na filosofia do Yoga, nascida do oriente, Tantra está relacionado a expansão e liberação.

Namastê

Baba Nam Kevalam

Inscreva-se para receber informações e notícias

Open chat
Precisa de ajuda?